Um conto, em última análise, se move nesse plano do homem onde a vida e a expressão escrita dessa vida travam uma batalha fraternal […] e o resultado dessa batalha é o próprio conto, uma síntese viva ao mesmo tempo que uma vida sintetizada, algo assim como um tremor de água dentro de um cristal, uma fugacidade numa permanência”, observou Julio Cortázar, monumento da prosa argentina, em uma memorável conferência sobre aquele gênero literário. Na oportunidade, ressaltou ainda: “Um conto é significativo quando quebra seus próprios limites com essa explosão de energia espiritual que ilumina bruscamente algo que vai muito além da pequena e às vezes miserável história que narra”. Se, por um lado, os relatos do presente volume explicitam a batalha fraternal de que falava o mestre de Todos os Fogos o Fogo, de outro, é notável que o caráter mais acentuado desta coletânea resida no empenho de Mario Higa em quebrar os “próprios limites” do metafórico cristal cortazariano. A água que escorre de dentro dele é a de um duplo batismo – o do autor, na ficção; e o do leitor, convidado ilustre de um autêntico espetáculo: o nascimento de uma voz própria, avançada, reveladora, no frequentemente repetitivo, tímido e desanimador cenário da literatura contemporânea. [Rinaldo Gama]

O Hóspede: Contos

SKU: 9788574807980
R$38,00Preço